Como abrir a sua empresa: Passo a passo para empreender

O bichinho do empreendedorismo picou milhares de brasileiros, que sonham em não ter mais patrão e abrir a sua empresa. Infelizmente, sabemos que a abertura das empresas vem ocorrendo por necessidade e não pela oportunidade em si!

Mas não importa qual foi o seu caso. O nosso objetivo é que seu sonho saia do papel e estamos aqui para te ajudar!

Primeiramente, pense no seu futuro negócio e responda às perguntas abaixo:

  • Já realizou uma pesquisa de viabilidade?
  • Fez uma análise de custos do seu negócio?
  • Separou um capital inicial e um capital de giro para os próximos meses?
  • Planejou todos os aspectos do seu futuro empreendimento?
  • Você sabe que um empreendedor trabalha muito mais do que qualquer funcionário?

Se você respondeu não para alguma destas perguntas, sugerimos que reveja o seu negócio. Queremos muito te ajudar a abrir a sua empresa, mas queremos ainda mais que ela seja sustentável e duradoura.

Agora, se todas as respostas foram sim, vamos avançar para os próximos passos para empreender:

Em qual tipo de empresa eu me enquadro?

Para poder abrir a sua empresa, a pessoa deve escolher qual tipo de empresa se enquadra. Nesta imagem vemos um desenho de um homem com gravata e uma expressão de dúvida, com duas interrogações ao lado.

MEI (Micro Empreendedor Individual)

Enquadramento voltado para o empreendedor que acabou de começar e não possui um capital muito alto para investir. Possui um baixo custo mensal com encargos, mas existem limitações em relação às atividades exercidas, faturamento anual de até 81 mil reais e apenas um funcionário para registro.

ME (Micro Empresa)

Empresa com faturamento anual de até 900 mil reais, que pode ser enquadrada no regime Simples Nacional e não possui limite para contratar funcionários.

EPP (Empresa de Pequeno Porte)

Empresa com faturamento anual de até 4.8 milhões. Também pode ser enquadrada no regime simples nacional.

Outros:

Empresa com faturamento anual de até 72 milhões de reais, tributadas no regime Presumido e Real.

É preciso conhecer!

Quando falamos de constituir um empresa e tocar um negócio, estamos falando de uma série de obrigações e conhecimentos necessários para que o seu sonho dê certo!

Para o empreendedor, é fundamental se cercar de um excelente profissional contábil, que além de realizar a entrega das obrigações acessórias e das guias, ofereça também uma consultoria estratégica e presente, para que o negócio possa crescer de maneira sustentável!

Documentação necessária:

  • IPTU da futura sede da empresa
  • Documentos dos sócios
  • Definição da Razão Social
  • Definição do Capital Social
  • Definição das atividades que serão desenvolvidas do negócio
  • Certificado digital dos sócios do tipo A3 (aplicado apenas em alguns estados)

Agora que você já sabe os principais processos para abrir a sua empresa, é hora de correr atrás do seu sonho e em breve colher muitas conquistas também!

Ficou com alguma dúvida? Conte com a Legalize Group!

Publicado por Richard

Diretor Executivo da Legalize Group. Formato em Ciências Contábeis e especialista em Planejamento Tributário e Gestão de Pessoas. Entusiasta em inovação, está sempre em busca de novos conhecimentos!

2 Comentários

  1. Fabiano Ferreira diz:

    Parabéns Richard. Muito útil as informações, abri um MEI para mim. Eu e minha esposa montamos uma loja de roupas, gostaria muito de sua ajuda, consultoria.

  2. Followgram diz:

    Tirar o CNPJ, nesse caso, e mais simples e rapido do que da forma tradicional. Se a previsao de faturamento anual da sua empresa permitir e se voce nao faz parte de nenhuma outra companhia, e aconselhavel escolher ser um  Microempreendedor Individual  (MEI) e, assim, seguir um procedimento mais facil para se inscrever no Cadastro.

Deixe o seu comentário!

Conheça todos os nossos serviços.

Solicite a visita dos nossos consultores!

Solicitar

Quer receber nossos artigos,
e-books e outras novidades?